LAE Destinos: Seis filmes para ver antes de visitar a Nova Zelândia

 

Por Lúcia Collischonn de Abreu, ex-consultora da LAE Educação Internacional

Para os cinéfilos de plantão, ou mesmo para quem gosta de fazer uma imersão na cultura local antes de uma viagem, os filmes são uma ótima maneira de fazer isso.

 

SMLXL

 

A Nova Zelândia tem uma produção cinematográfica não muito expressiva em termos mundiais, mas produz filmes com uma beleza e sensibilidade típicas da cultura do país. Fizemos uma seleção de alguns filmes cujo enredo se passa na Nova Zelândia, de produção local, alguns com fama internacional, e outros que são mais vistos e apreciados pelos nativos.

 

Confira abaixo algumas dicas:

 

1. A incrível aventura de Rick Baker (Hunt for the Wilderpeople) - 2016

 

SMXLL

 

Dirigido pelo comediante Taika Waititi e adaptado do romance Wild Pork and Watercress, de Barry Crump, é considerado o filme neozelandês com a maior bilheteria de todos os tempos. Filmado com praticamente uma só câmera e tendo paisagens vulcânicas e florestais da Ilha Norte como pano de fundo, o filme é uma comédia-aventura que conta uma história de perseguição e formação de laços entre Ricky e seu tio Hec. Ricky, adotado por Hec e sua esposa Bella, tem dificuldade de se adaptar e, quando Bella morre, tem medo de acabar voltando ao orfanato. O menino finge o próprio suicídio e foge, com Hec atrás dele. Os dois acabam se unindo, mas para as autoridades do país, a impressão é de que Hec sequestrou o garoto. O que se segue é uma verdadeira caçada a Ricky e Hec pelas paisagens da Nova Zelândia. Um filme tragicômico que conta uma história sensível, humana, e com um humor neozelandês de ponta.

 

CLIQUE AQUI PARA VER O TRAILER 


 

2. O Que Fazemos Nas Sombras (What We Do in The Shadows) - 2014

 

SMXLL

 

Imagine um grupo de três vampiros dividindo apartamento na Wellington dos dias de hoje? Essa é a premissa de What We Do in The Shadows, uma comédia estilo documentário sobre as vidas nada convencionais de Vladislav, Viago e Deacon, três vampiros que precisam negociar os termos de convivência sob um mesmo teto. Quem vai limpar o sangue da janta de ontem? Quem vai lavar a louça? O filme retrata suas rotinas, seus conflitos com o mundo exterior e os não-vampiros (e com os rivais lobisomens), tudo com a capital Wellington como pano de fundo. Estrelado, criado e dirigido por Jermaine Clement e Taika Waititi, duas estrelas da comédia da Nova Zelândia, o filme garante boas risadas e, contrário do que anuncia, não é um documentário e nem um filme de terror.

 

CLIQUE AQUI PARA VER O TRAILER


 

3. A Encantadora de Baleias (The Whale Rider) - 2002

 

SMXLL

Estrelado por Keisha Castle-Hughes, que foi indicada ao Oscar por sua atuação, o filme conta a história de Pai, uma menina maori de 11 anos que luta para ser considerada a nova chefe de sua tribo. O povo Whangara, no oeste da Nova Zelândia, acredita ser descendente de Paikea, guerreiro que, segundo a lenda, “pegou carona” nas costas de uma baleia. Desde então, os chefes da tribo são sempre considerados os descendentes diretos de Paikea. São todos homens, e sempre os primogênitos. Pai, uma garota, quer desafiar essa tradição, e assim acaba também desafiando seu avô Koro, o chefe atual. A história, baseada em um romance do famoso autor neozelandês Witi Ihimaera, é centrada no conflito entre passado e futuro, entre tradição e inovação, e na busca por um lugar e um propósito.

 

CLIQUE AQUI PARA VER O TRAILER

 

 

4. MAHANA (Idem) - 2016

 

SMXLL

Do mesmo autor de A Encantadora de Baleias, Mahana é uma história épica de rivalidade entre duas família maori na Nova Zelândia nos anos 60. As famílias Mahana e Poata brigam há séculos devido a uma história de amor ancestral mal resolvida. O drama segue as vidas dessas famílias em seu cotidiano, seus amores, desamores e conflitos. Considerado uma obra-prima de cinematografia maori, o filme utiliza as paisagens belíssimas da Nova Zelândia como cenário para uma história de traições, vinganças, e muitos desentendimentos, a luta entre o patriarcado e a força das mulheres na história das duas famílias.

 

CLIQUE AQUI PARA VER O TRAILER

 

 

5. BOY (Idem) - 2010

 

SMXLL

Boy é um dos mais aclamados filmes neozelandeses dos últimos anos. Uma história de amadurecimento do personagem principal, retrata a história de Boy, um menino de 11 anos que reencontra o pai, um ex-prisioneiro que não corresponde às expectativas criadas por seu filho. Filmado e ambientado em uma cidade pequena na Bay of Plenty, na Nova Zelândia, o filme conta com maestria o universo das crianças, ao mesmo tempo em que o coloca em conflito com o os adultos, que mentem, traem, e são menos transparentes do que Boy e seus amigos. O filme é escrito, dirigido e estrelado por Taika Waititi e tem James Rolleston no papel principal.

 

CLIQUE AQUI PARA VER O TRAILER

 

6. O piano (The Piano) - 1993

SMXLL

No filme O Piano, Ada, uma mulher muda, é enviada para a Nova Zelândia junto de sua filha Flora e de seu estimado piano, com o propósito de casar com um rico dono de terras. O filme é ambientado nas florestas inóspitas da Ilha Norte, nos anos 1850, e a situação de Ada com seu novo marido e com a nova paisagem gira em torno de seu piano. O piano acaba sendo também causa para um triângulo amoroso, que é o maior ponto de conflito do filme. Dirigido pela aclamada diretora neozelandesa Jane Campion, o filme é um tour de force belíssimo, uma história sensível cujo protagonista é não somente o piano do título, mas também a sufocante solidão do Novo Mundo.

 

CLIQUE AQUI PARA VER O TRAILER