LAE Responde: 5 erros comuns ao planejar um intercâmbio

LAE Responde: Os cinco erros mais comuns na hora de fazer um intercâmbio e como evitá-los!

 

O processo de planejar um intercâmbio é bastante longo e complexo, e, muitas vezes, podem-se cometer pequenos equívocos que atrasam e comprometem o processo.

 

Mas quais são os cinco erros mais comuns e como evitá-los na hora de planejar uma viagem tão importante?

 

 

Erro 1: Não planejar o seu intercâmbio com antecedência

 

Ao planejar um intercâmbio, você lidará com diversos processos burocráticos que levam tempo.

 

O tempo aconselhado entre iniciar o processo de aplicação e o início do curso é, em média:

 

  • - Cursos de inglês: de 4 a 6 meses
  • - Técnicos: 10 meses
  • - Graduação: 10 meses
  • - Pós-Graduação: 1 ano

 

Confira mais informações neste post específico da LAE.

 

Erro 2: Escolher escolas com base apenas no preço

 

Algumas escolas, por serem muito baratas, não focam tanto no processo de aprendizagem do aluno e dificultam a obtenção do visto.

 

A LAE trabalha com escolas sérias e de boa reputação em diversos países. Para saber mais, envie email para somos@lae-edu.com.br ou pesquise-as em nosso site.

 

Erro 3: Não atender a todos os requisitos e documentos exigidos pela imigração para a emissão de vistos

 

A lista de documentos exigidos pela imigração é vasta, mas essencial. Dependendo do curso e tempo que você ficará no país, pode ser necessário um visto de turista ou de estudante e os dois possuem critérios específicos como acomodação, comprovação financeira, seguro saúde, documentação pessoal e outros.

 

Confira aqui alguns fatores de risco para emissão de visto no caso de intercâmbio na Austrália.

 

Erro 4: Não ter a comprovação financeira por tempo suficiente na conta

 

Nós entendemos que a comprovação financeira é, em muitos casos, a parte mais complicada de organizar. Ela é essencial no processo de aprovação de visto e o aluno deve ter o valor em conta alguns meses antes do pedido de emissão. O valor varia dependendo do tipo de visto escolhido.

 

Confira o tempo em que o valor deve ficar na conta corrente do estudante, pais do estudante ou cônjuge antes do pedido de visto (de estudante) para alguns dos países com os quais trabalhamos.

 

  • - Austrália: 3 meses
  • - Nova Zelândia: 6 meses

 

Erro 5: Não pedir ajuda

 

Você não precisa fazer todo o processo do intercâmbio sozinho. Aqui na LAE nossa consultoria é totalmente gratuita. Nossos serviços incluem ajudar você a escolher o melhor destino, o melhor curso e o melhor modelo de viagem - e nosso atendimento é 100% em português!

 

Somos uma empresa com 20 anos de experiência e escritórios em 17 países - inclusive na Austrália e Nova Zelândia.

 

Confira aqui algumas vantagens de fazer seu intercâmbio através da LAE Educação Internacional.

blog.comparte